Buscar
  • Imprensa SHBr

ENTREVISTA | A sócia Flávia Rocha Mello fala sobre o título brasileiro no Rio de Janeiro

Em uma entrevistada dada para a equipe do escritório de marketing Tzion, para a FHBr e SHBr, Flávia, conta um pouco sobre a sua trajetória e também fala sobre o título Campeã Brasileira de Amador.

Além de uma amazona completamente apaixonada pelo esporte, Flávia também é coach mental, e ajuda atletas de hipismo no seu processo de desenvolvimento dentro do esporte. Transcendendo o amor pelo que faz, a atleta já está muitos anos dentro do esporte. Ainda quando criança, começou a montar, mas naquela época por questões financeiras do, não pode dar continuidade e foi preciso se afastar do esporte. Alguns anos depois, aos 17 anos Flávia volta para o esporte e começa a montar novamente.


Durante o trajeto de sua vida, a atleta foi proprietária de uma escola de equitação e centro de ecoterapia durante 10 anos na Sociedade Hípica de Brasília, também foi desenhadora de percurso, diretora da confederação brasileira de hipismo na modalidade paraequestre, em um período que teve a oportunidade de acompanhar atletas em 2 Olimpíadas, Atenas em 2004 e as Olimpíadas de Pequim em 2008.


Hoje, possuí seu próprio manége, onde cria seus cavalos e monta. Flávia é sócia da SHBr e costuma levar os cavalos sempre que da para a hípica, mas no dia a dia costuma treinar no seu próprio manége que fica no Lago Oeste. Normalmente treina sozinha, mas em períodos de competições quem é seu instrutor é o cavaleiro Luiz Felipe Pimenta, técnico que a acompanhou no último título. O atual título de Campeã Brasileira de Amador 2022 é o seu 3 título individual. Flávia conta a equipe da Tzion, que acreditava tanto na conquista, que não estava planejado do marido e filho a acompanharem, mas ela conseguiu o convencer de tinta as passagens e embarcarem para o Rio de Janeiro.

E isso tem um motivo especial para Flávia. Há 11 anos atrás, a atleta havia sido campeã Brasileira e guarda como lembrança uma foto tirada no pódio com o filhão no colo e marido ao seu lado e exatamente esse desejo que guardava dentro do coração, repetir a foto na conquista do título 11 anos depois.

"Então realmente era um título que eu estava me dedicando e acreditava muito que viria".



Fazendo questão de falar sobre todas as pessoas que são importante nas suas conquistas, ela cita seu esposo, sua mãe e filho como o centro de força e apoio para chegar em cada prêmio. Flávia cita também seus tios e prima e fala conta que a sua parceira nas competições Kalmia, foi um presente dado pelo tio e prima.

Além da família, ela cita profissionais que também são cruciais em sua trajetória como os veterinários Carrara, Gabriela e Priscila, os tratadores Gilson e o tratador Branco, e também a equipe de Luiz Felipe Pimenta que a apoia e o próprio instrutor Pimenta, por fim ela sita uma pessoa também importante em sua carreira no esporte que é o Joca, segundo a atleta, foi a pessoa com que ela começou a montar. A atleta campeã já tem objetivos traçados, como o XTC que será agora, o Brasileiro de Amazonas na qual irá buscar repetir o título. Além de estar muito bem no circuito de amadores na CBH, está liderando o circuito e o objetivo é continuar na liderança para que venha uma possível conquista nesse circuito.

0 visualização0 comentário